existir

A EXISTIR surgiu em 2001, por iniciativa de um grupo de pais de crianças com Síndrome de Down, com o propósito de constituir uma entidade privada, sem fins lucrativos, que apoiasse crianças portadoras de necessidades especiais, em especial a Síndrome de Down. Fundamos a Entidade em fins de 2004, com o seu registro em 25.01.2005, tendo por objetivo um projeto diferenciado, ou seja, trabalho em grupos de crianças com Síndrome de Down a partir dos 2 anos de idade.

segunda-feira, 4 de abril de 2016


Ensino de Música Pode Remodelar Áreas do Cérebro Associadas à Linguagem
25 de mar de 2016
A música tem efeitos biológicos sobre o cérebro de crianças – é capaz de remodelar áreas responsáveis pelo processamento de sons, que por sua vez estão relacionadas a habilidades linguísticas como leitura e comunicação verbal. É o que mostra um estudo publicado no The Journal of Neuroscience, o primeiro a mapear os efeitos de programas educacionais de música no cérebro.
A pesquisadora Nina Kraus, diretora do Laboratório de Neurociência Auditiva da Universidade Northwestern, avaliou alunos de 6 a 9 anos, de famílias de baixa renda, considerados com maior risco de desenvolver problemas de aprendizagem, que participaram de um programa gratuito de música. As crianças que completaram dois anos de treinamento musical apresentaram diferenças neurofisiológicas em regiões relacionadas à decodificação de sons, mecanismo neural subjacente a habilidades linguísticas. “É a primeira evidência direta de que programas educacionais de música podem aprimorar o processamento neural da fala em crianças em risco, sugerindo que o envolvimento ativo e frequente com os sons pode mudar a função neural”, diz a autora.
Fonte: http://revistaneuroeducacao.com.br/ensino-de-musica-pode-remodelar-areas-do-cerebro-associadas-a-linguagem/

2 comentários:

  1. Muito bacana!! Tenho um irmão Down que ama tocar bateria e violão! é realmente muito bom para o desenvolvimento deles.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Agradecido pelo seu comentário, seja sempre bem vindo

    ResponderExcluir