existir

A EXISTIR surgiu em 2001, por iniciativa de um grupo de pais de crianças com Síndrome de Down, com o propósito de constituir uma entidade privada, sem fins lucrativos, que apoiasse crianças portadoras de necessidades especiais, em especial a Síndrome de Down. Fundamos a Entidade em fins de 2004, com o seu registro em 25.01.2005, tendo por objetivo um projeto diferenciado, ou seja, trabalho em grupos de crianças com Síndrome de Down a partir dos 2 anos de idade.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Jovens com síndrome de Down atuam nas eleições

Retratado em reportagem de Zero Hora, Vinícius Ergang Streda, 23 anos, é mesário em Santo Cristo

Silvana de Castro
silvana.castro@zerohora.com.br

Entre 192 mesários que trabalham nas eleições em Santo Cristo, no noroeste do Estado, um deles é especial. Com síndrome de Down, Vinícius Ergang Streda, 23 anos, envolve-se com eleições desde 2006, voluntariamente. Ele é segundo mesário na Sociedade Recreativa Alto Uruguai, na Vila Bom Princípio Alto, interior do município.

Como sempre gostou de acompanhar as votações de perto, Vinícius foi convidado pelo presidente de mesa Odair José Joner a integrar a equipe.

— Ele faz questão de ser mesário. É muito eficiente — comenta a servidora do Cartório Eleitoral de Santo Cristo, Nilva Teresinha Wagner Kaiser.

Após as eleições, o cartório fará uma homenagem ao mesário especial em jornais e nas rádios.

Vida do jovem foi retratada em matéria de Zero Hora

Vinícius também é escritor. Ele relatou suas vivências na família, na comunidade e na escola especial e regular no livro Nunca Deixe de Sonhar. A vida do jovem foi retratada em reportagem de Zero Hora do último dia 24.

Em Santa Rosa, há um estreante. Vinícius Bender, 25 anos, também portador de síndrome de Down, trabalhou pela primeira vez numa eleição no dia 3 de outubro.

http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Pol%C3%ADtica&newsID=a3093575.xml

França atua contra Síndrome de Down

Escrito por Erica Soares

domingo, 21 de noviembre de 2010

21 de noviembre de 2010, 11:01Paris, 21 nov (Prensa Latina) França celebra hoje a Oitava Jornada Nacional da Trissomia do par 21, uma ocasião para sensibilizar a população sobre o tema da Síndrome de Down.

Esse transtorno genético afeta uma a cada 800 crianças francesas e constitui a primeira causa de deficiência mental no país.

Neste ano, a federação Trissomia 21 France centrou sua campanha na inserção social com a mensagem "É minha vida, eu a escolhi", um aviso que será transmitido pelos próprios afetados através de encontros culturais, esportivos e reuniões.

Também efetuarão entregas de cafés da manhã em domicílios acompanhados de pais, amigos, profissionais e benfeitores.

A intenção desta associação é modificar a percepção existente sobre as pessoas que padecem desta síndrome, mostrar suas potencialidades e sua vontade de ser reconhecidas como indivíduos ativos na sociedade.

A Síndrome de Down é uma anomalia de origem genética que se traduz pela presença de um cromossoma extra no par 21.

Pode apresentar-se em qualquer etnia ou grupo social, os riscos são maiores para as gestações ocorridas após os 37 anos e é mais frequente no sexo masculino.

A Síndrome de Down implica também problemas físicos, notavelmente malformações cardíacas em 40 por cento dos casos. Também há uma incidência grande de doenças otorrinolaringológicas e pulmonares.

A reeducação permite-lhes melhorar seus problemas motores e de linguagem

domingo, 21 de novembro de 2010

Evento debate Síndrome de Down e Autismo em BC

A Associação Amor pra Down promove no sábado (20), a 1ª Jornada de Atualização em Síndrome de Down e Autismo em Balneário Camboriú, no Centro de Eventos Itália, das 9h às 13h30. O destaque do evento fica por conta das palestras de José Salomão Schwartzman, doutor em Neurologia e Décio Brunoni, doutor em Genética, ambos professores da Universidade Mackenzie, de São Paulo. A Jornada é aberta ao público em geral e os ingressos estarão à venda no local por R$ 10,00. Este evento conta com a parceria da Associação de Pais e Amigos do Autista/Ama Litoral Santa Catarina, e apoio do Departamento de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação e da Barigüi Veículos.


O objetivo do evento, segundo Marcos Costa, presidente da Associação Amor pra Down, é ampliar o debate e aprofundar o conhecimento sobre Síndrome de Down e Autismo. Além disso, a Associação, que atende crianças e jovens de Balneário Camboriú, Itapema, Camboriú, Porto Belo e Itajaí, busca atualizar pais e profissionais da saúde e da educação sobre as pesquisas e avanços científicos dos estudos sobre estas e outras doenças neurológicas. "Será uma excelente oportunidade para dirimir dúvidas com dois dos maiores especialistas em Genética e Neurologia do Brasil", reforça Marcos.

Durante a palestra, os pais que levarem seus filhos terão um ambiente especial, seguro e climatizado, com recreadores e muitos brinquedos para deixar as crianças, sem qualquer custo adicional.

http://www.jornaltribuna.com.br/saude.php?id_materia=36947

Evento debate Síndrome de Down e Autismo em BC

A Associação Amor pra Down promove no sábado (20), a 1ª Jornada de Atualização em Síndrome de Down e Autismo em Balneário Camboriú, no Centro de Eventos Itália, das 9h às 13h30. O destaque do evento fica por conta das palestras de José Salomão Schwartzman, doutor em Neurologia e Décio Brunoni, doutor em Genética, ambos professores da Universidade Mackenzie, de São Paulo. A Jornada é aberta ao público em geral e os ingressos estarão à venda no local por R$ 10,00. Este evento conta com a parceria da Associação de Pais e Amigos do Autista/Ama Litoral Santa Catarina, e apoio do Departamento de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação e da Barigüi Veículos.


O objetivo do evento, segundo Marcos Costa, presidente da Associação Amor pra Down, é ampliar o debate e aprofundar o conhecimento sobre Síndrome de Down e Autismo. Além disso, a Associação, que atende crianças e jovens de Balneário Camboriú, Itapema, Camboriú, Porto Belo e Itajaí, busca atualizar pais e profissionais da saúde e da educação sobre as pesquisas e avanços científicos dos estudos sobre estas e outras doenças neurológicas. "Será uma excelente oportunidade para dirimir dúvidas com dois dos maiores especialistas em Genética e Neurologia do Brasil", reforça Marcos.

Durante a palestra, os pais que levarem seus filhos terão um ambiente especial, seguro e climatizado, com recreadores e muitos brinquedos para deixar as crianças, sem qualquer custo adicional.

http://www.jornaltribuna.com.br/saude.php?id_materia=36947