existir

A EXISTIR surgiu em 2001, por iniciativa de um grupo de pais de crianças com Síndrome de Down, com o propósito de constituir uma entidade privada, sem fins lucrativos, que apoiasse crianças portadoras de necessidades especiais, em especial a Síndrome de Down. Fundamos a Entidade em fins de 2004, com o seu registro em 25.01.2005, tendo por objetivo um projeto diferenciado, ou seja, trabalho em grupos de crianças com Síndrome de Down a partir dos 2 anos de idade.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Colegas: filme narra sonhos de jovens com síndrome de Down

Com Lima Duarte no elenco, a comédia brasileira Colegas foi premiada antes da estreia

Quando recebeu o convite para participar do longa Colegas - O Filme, o ator Lima Duarte dedicou-se na hora ao projeto. Ele interpreta o jardineiro Seu Arlindo e também narra a história sobre os sonhos de três jovens com síndrome de Down: Stalone, Aninha e Márcio.
O trio é interpretado por atores também portadores da síndrome, Ariel Goldenberg, Rita de Cássia Niess Pokk e Breno Viola, respectivamente. Lima Duarte conta como o personagem conduz a trama.
- O jardineiro também trabalha como guardião do instituto onde os meninos estão; ele cuida dos garotos e fica muito amigo deles. Arlindo diz, inclusive, que o carro também pertence a eles.
Espertos, os três se aproveitam da bondade do amigo e furtam o carro do jardineiro. Inspirados pelo filme Thelma & Louise, o trio resolve fugir para realizar os sonhos. Stalone quer conhecer o mar, Márcio quer voar e Aninha busca um marido.
O longa, que já recebeu Prêmio de Melhor Roteiro no Festival de Paulínia em 2008, tem direção e roteiro de Marcelo Galvão (Rinha). O cineasta conta que foi criado com um tio que tem a síndrome de Down, e daí surgiu a ideia do filme.
- Meu tio tem uma maneira de ver o mundo que sempre me encantou. Eles (os portadores) têm uma pureza e uma simplicidade de encarar a vida que nos ensina muito.
Galvão acrescenta que o filme não trata de inclusão, mas colocar os atores principais no elenco já foi uma forma de apresentá-los de forma natural ao público.
- A ideia sempre foi deixá-los tão inclusos de forma que as pessoas os vejam como atores e não como jovens com síndrome de Down interpretando papeis em um filme.
O elenco ainda conta com a participação de Théo Werneck, Marco Luque, Juliana Didone, Maytê Piragibe, Leonardo Miggiorin, Oswaldo Lot, entre outros. A estreia está programada para o segundo semestre deste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário